Acessibilidade (0)
A A A
Youtube - OERN Facebook - OERN Linkedin - OERN
Logo OE
OERN servicos@oern.pt

Eu estou inscrito na Ordem por João Pereira

12 de fevereiro de 2021 | Geral

 

João Pereira é engenheiro e aluno de doutoramento na Universidade de Wageningen (Holanda). Mestre em Bioengenharia pela FEUP, está inscrito na Ordem e aceitou o nosso desafio das 5 perguntas.

 

 

Sucintamente conte-nos o seu percurso académico e profissional?

Iniciei o mestrado em Bioengenharia na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 2013 e optei pela especialização em Engenharia Biológica. Durante este percurso, que terminou em 2018, tive a oportunidade de realizar um estágio Erasmus+ e um estágio para a tese de mestrado em contexto empresarial. A nível profissional, fiz parte do programa Trainee da Lactogal e trabalhei como engenheiro de processo na Allmicroalgae. Neste momento sou um aluno de doutoramento na Universidade de Wageningen (Holanda).

 

"A principal razão (inscrição ) foi a confirmação do título de Engenheiro

que não é atribuído no momento de conclusão dos estudos em engenharia.

 

Porque decidiu inscrever-se na Ordem dos Engenheiros?

A principal razão foi a confirmação do título de Engenheiro que não é atribuído no momento de conclusão dos estudos em engenharia. Para além desta, fazer parte de uma Ordem cuja qualificação dos membros é nacionalmente reconhecida e que oferece cursos de formação e desenvolvimento para aprimorar conhecimentos, promovendo uma constante aprendizagem, tiveram igualmente um peso significativo na decisão.

 

"Acredito também que com o tempo e com experiência profissional vou-me adaptar e saber viver com esta ajustável fronteira entre o que é eticamente e moralmente correto ou incorreto"

 

Qual a mensagem que mais reteve durante o Curso de Ética e Deontologia Profissional?

Sendo um Engenheiro recém-formado e tendo pouca experiência no terreno, fiquei, após a sessão, com o sentimento de que a linha que separa mentiras sociais da fraude é por vezes difícil de posicionar. Eu entendo que a ética e a filosofia não nos fornecem respostas mas abrem portas a outras formas de pensar e interpretar eventos. Apesar de terem sido abordados diferentes casos de estudo, é ainda um pouco complicado de compreender e avaliar certos casos pela ausência de regras e da referida linha de referência. Eu já sei que existem pessoas diferentes e que todos temos uma diferente opinião baseada no nosso passado e conhecimento, contudo, acredito também que com o tempo e com experiência profissional vou-me adaptar e saber viver com esta ajustável fronteira entre o que é eticamente e moralmente correto ou incorreto.

 

"Espero que sejam mantidas as características

que motivaram a minha inscrição na Ordem dos Engenheiros"

 

O que espera da Ordem dos Engenheiros durante o seu percurso profissional?

Em primeiro lugar, espero que sejam mantidas as características que motivaram a minha inscrição na Ordem dos Engenheiros. Em segundo lugar, espero que a Ordem venha a ser capaz de dinamizar a Engenharia do futuro no sentido de otimizar os atos e impacto dos engenheiros a nível profissional. Para este fim, maior investimento e obrigatoriedade de cursos de formação, com consequente monitoração de conhecimentos/qualificações e regulares atualizações de estatutos são necessários. Por último, não tenciono apenas receber mas, igualmente, dar o meu conhecimento e experiência profissional de modo a contribuir para este virar de página para a Ordem.

 

 

Um conselho a todos os que estão indecisos em inscrever-se na Ordem.

Apesar de ser um recém-chegado à Ordem e de ainda não ter usufruído das vantagens de fazer parte desta organização, convido todos os indecisos a ler as razões que me fizerem inscrever e questionar-se se estas são igualmente importantes para os seus próprios percursos profissionais. Talvez uma outra ajuda na decisão de fazer parte da Ordem é o facto de, uma vez membro, não prevejo nenhuma desvantagem em comparação com um não membro. Isto é, ou é indiferente ser ou não ser membro da Ordem (o que tem que ser trabalhado para esta indistinção deixe de ser o caso), ou ser membro significa ter benefícios.

 

 

Engenheiro não é nome próprio. É profissão. Inscreva-se na Ordem AQUI

2021 © Copyright, Ordem dos Engenheiros Região Norte