Acessibilidade (0)
A A A
Youtube - OERN Facebook - OERN Linkedin - OERN
Logo OE
OERN servicos@oern.pt

Ciclo de Seminários - Ambiente na Ordem - Os SIG em discussão

07 de fevereiro de 2011 | Engenharia do Ambiente

Enquadrado no programa de actividades do Conselho Regional Norte do Colégio de Engenharia do Ambiente (CRNCEA) para 2011, decorreu a 31 de Janeiro, no auditório da sede da Região Norte da Ordem dos Engenheiros, o primeiro seminário, de um ciclo de 11, “Ambiente na Ordem – 11 meses, 11 temas” intitulado “Os Sistemas de Informação Geográfica na Gestão de Recursos Naturais: potencialidades e aplicações”.

Estiveram presentes o Eng.º Sérgio Costa, Coordenador do Colégio de Engenharia do Ambiente, o Eng.º Carlos Ferreira, Vogal do Colégio de Engenharia Geográfica e o Professor Joaquim Alonso, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e coordenador de diversos projectos nacionais e europeus com utilização de Sistemas de Informação Geográfica (SIG).

A sessão iniciou com uma breve apresentação pelo Eng.º Sérgio Costa de todos os seminários a realizar, onde referiu a importância destas sessões na partilha de conhecimentos e experiências sobre temáticas relevantes para o exercício profissional da Engenharia do Ambiente, assim como a integração e interligação com outros colégios e especialidades.

O Professor Joaquim Alonso agradeceu o convite da Ordem dos Engenheiros – Região Norte e começou por referir que os SIG são antes de mais nada sistemas de informação, de comunicação, que comunicam determinados processos, aspectos, espaços, e que podemos aplicá-lo às mais diversas áreas. No mesmo sentido o Engenheiro Carlos Ferreira afirmou que os SIG são sistemas de informação com uma componente adicional, a geográfica, que consegue dar resposta a um conjunto de situações que os sistemas de informação convencionais não conseguem.

Através da apresentação de casos de estudo, incidindo especificamente na gestão de recursos hídricos, na conservação da natureza e biodiversidade, na identificação de riscos ambientais e no ordenamento do território, o Professor Joaquim Alonso abordou o tema em discussão.

Carlos Ferreira realçou também a multidisciplinaridade e utilização transversal desta tecnologia que tem registado uma grande evolução, passando a estar acessível na internet em plataformas simples e intuitivas, e cujo grande objectivo e mais valia reside na sua capacidade de gerar mais informação a partir da informação inicial e assim constituir a ferramenta de apoio à decisão.

No próximo mês de Fevereiro decorrerá o segundo seminário subordinado ao tema “Planeamento do Território e Riscos no Litoral: Contributos para a revisão do POOC Caminha-Espinho”.

2020 © Copyright, Ordem dos Engenheiros Região Norte