Acessibilidade (0)
A A A
Youtube - OERN Facebook - OERN Linkedin - OERN
Logo OE
OERN servicos@oern.pt

Engenheiro vence Prémio de Mérito Científico da Universidade do Minho

27 de fevereiro de 2017 | Engenharia Civil

Paulo José Brandão Barbosa Lourenço, engenheiro civil de formação, foi distinguido com o Prémio Mérito Científico 2017 que a Universidade do Minho atribui todos os anos “a um docente que se tenha destacado pela sua atividade de investigação”.

Professor catedrático na Escola de Engenharia daquela instituição, Paulo B. Lourenço é ainda codiretor do Instituto para a Sustentabilidade e Inovação em Engenharia de Estruturas (ISISE) e do Instituto para a Bio-Sustentabilidade (IB-S).

Do currículo do investigador fazem ainda parte os cargos de coordenador do maior grupo internacional na área de construção em alvenaria, do mestrado internacional em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas, que decorre em quatro universidades europeias e, também, do grupo de revisão do Eurocódigo 6, o regulamento europeu para o projeto de estruturas em alvenaria.

Na prateleira, Paulo Lourenço tem já o Prémio Scalzi 2010, atribuído pela The Mansonry Society. É editor do International Journal of Architectural Heritage e autor de mais de mil publicações técnicas e científicas, e conta já com 80 mil leituras no ResearchGate e mais de dez mil citações no Google Académico. 

 

Uma vida dedicada à Engenharia que, após a licenciatura, passou pelo doutoramento na TU Delft, na Holanda, e na especialização “na área dos ensaios não destrutivos, técnicas de análise numérica e experimental, técnicas de reforço inovadoras e engenharia sísmica”.

Entre os vários projetos onde o especialista em construções antigas esteve envolvido, está a consultoria em centenas de monumentos como a Sé do Porto, o Mosteiro dos Jerónimos, o Convento de Cristo, o Paço dos Duques de Bragança, o Paço Episcopal Bracarense, o Palácio de Belém, o Qutb Minar (Índia), a Igreja da Cantuária (Reino Unido), a Igreja de S. Sebastião em Manila (Filipinas), a Catedral de Ica (Perú) e a Câmara Municipal de Christchurch (Nova Zelândia). É também consultor em alvenaria estrutural e não estrutural, tendo sido responsável pelas soluções adotadas nas paredes dos estádios de Braga, Alvalade e Luz.

2018 © Copyright, Ordem dos Engenheiros Região Norte