Acessibilidade (0)
A A A
Youtube - OERN Facebook - OERN Linkedin - OERN
Logo OE
OERN servicos@oern.pt

A Sede (Con)Vida | Daniel Bessa

17 de novembro de 2016 | Geral

Foi perante uma sala cheia que o economista Daniel Bessa desbravou caminho sobre o contributo da Engenharia para a competitividade e o crescimento económico nacional, durante a conferência “Portugal e a Competitividade: Uma questão de Engenharia?”. “A competitividade é a única coisa em que eu acredito”, afirma. Mas afinal, “o que é que isso tem a ver com Engenharia?”.

 

Começando por explicar a evolução protagonizada pelo setor agrícola em Portugal nos anos mais recentes, com exportações significativas de produtos hortofrutícolas (com valores mais elevados que as de vinho), Daniel Bessa mostrou como a aplicação de novo conhecimento tem sido preponderante. “Isto é obra das pessoas, não é uma dádiva da terra, é trabalho das empresas”, diz o economista. E continua: “eu só posso oferecer diferenciação se for suportada pelo conhecimento”, deixando claro o desafio na área da Saúde.

 

 

Noutros setores mais óbvios, como a indústria de moldes ou o calçado, nos quais Portugal é altamente competitivo, Daniel Bessa é perentório quanto ao fator de sucesso: “é a Engenharia que está por trás. Mas eu não sei se Portugal faz algum molde, o que aqui está é o desenvolvimento”, assim como acontece com os sapatos, onde grande parte da manufatura será importada. E é também a Engenharia, entre outros fatores, que mantém empresas de sucesso em Portugal, de que é exemplo a Farfetch, cujos engenheiros estão cá dentro.

 

 

Próxima sessão: “Comunicar a Engenharia?”

No final, duas certezas deixadas aos presentes na sala. Primeiro a de que as escolas portuguesas têm de continuar a formar engenheiros, seja em que área for, sem seguir as condicionantes do mercado e da Economia porque “é para as pessoas que estamos a trabalhar”. Segunda certeza, a de que “uma empresa tem que se focar no que é capaz de fazer e tirar partido das condições da economia global para ir lá fora buscar o melhor”.

Esta foi a primeira sessão “A Sede (Con)Vida” organizada pela OERN, uma iniciativa que, segundo o presidente, pretende trazer de novo à sede a “vida extraordinária que aqui se vivia nos anos 70”. A próxima conferência acontece já esta quinta-feira, dia 24, às 18h30, e traz à OERN o presidente da Entidade Reguladora para Comunicação Social, Carlos Magno, para falar sobre como “Comunicar a Engenharia”.

 

2018 © Copyright, Ordem dos Engenheiros Região Norte